As mini casas possuem. cada uma. sua varanda própria e uma pista de corrida de grama macia para diversão dos peludos | Foto: Hope Animal Sanctuary

O centro de operações será cercado por 20 mini casas cada uma com seu próprio jardim | Foto: Hope Animal Sanctuary

Animais resgatados no Condado de Carroll, no Mississippi (EUA), ganharam um novo santuário, e de última geração, para chamar de lar. A organização In Defence of Animals (IDA, na sigla em inglês) inaugurou seu Hope Animal Sanctuary todo redesenhado, um abrigo dedicado a acolher animais vítimas de abusos e que precisam de ajuda para se recuperar. O complexo inovador foi inaugurado em 12 de maio de 2018 e as mini casas, especialmente projetadas para animais, foram as estrelas do evento.

Como a IDA faz questão de divulgar, animais no extremo sul do país são vítimas contínuas de crueldade animal, o que infelizmente inclui de tudo, desde abandono até negligência, envenenamentos, ferimentos e até espancamentos e tiros.

Em uma região carente de abrigos de animais e sem ajuda alguma do governo, membros da comunidade e empresários locais colaboram na manutenção e expansão do abrigo. Ano passado a IDA resgatou e encontrou lares definitivos para mais de 700 animais.

“É difícil mensurar o impacto da abertura de um santuário desse porte no extremo sul, ele representa uma declaração sólida sobre o valor dos animais”, disse Fleur Dawes da IDA. “Ele mostra que todos os animais merecem nossa dedicação, cuidado e respeito. Isso nos dá esperança.

Para criar um lugar que fosse muito além de uma simples instalação estéril para acolher animais abandonados, a organização reinventou o conceito tradicional de abrigo. O Hope Animal Sanctuary é formado por centro de operações principal e uma comunidade de 20 “mini-casas”, cada uma delas completa e com seu próprio jardim, pronta para acomodar grupos de cães resgatados. Nas casas, os animais poderão curtir a vida em um ambiente confortável e doméstico, tão diferente das habituais gaiolas e nichos dos abrigos.

Os lares comunitários, além de serem muito acolhedores, representam uma inovação revolucionária que muda a forma como os cães e os gatos são mantidos em abrigos. As pequenas casas foram cuidadosamente projetadas priorizando o conforto dos animais, permitindo que os ocupantes vivam em um ambiente familiar enquanto esperam por seus novos e amorosos guardiões. Especialmente desenvolvido para ser quente no inverno e fresco no verão, cada mini casa está situada em um beco sem saída e tem um caminho de entrada de enfeite, completo por uma varanda coberta, perfeita para um cochilo a tarde. Cada mini casa tem uma pista de corrida para cães feita de grama macia, assim os amigos peludos podem brincar à vontade e aproveitar os momentos de diversão de que foram privados por tanto tempo.

Veterinários do Mississippi State Veterinary College deram o selo de aprovação para a planta de renovação do abrigo que foi desenvolvida por um arquiteto especializado em santuários de animais.

A presidente da IDA, Dra. Kroplick, revelou que o novo centro de operações abriga também um “gatil calmante” e área veterinária de última geração. O centro também funciona como um local de boas-vindas e apresentação para os visitantes.

A inauguração também contou com um bufê vegano, um passeio pelas instalações e uma chance para que os visitantes conhecessem os moradores do abrigo. Por mais de 25 anos, o Hope Animal Sanctuary resgatou e reabilitou milhares de animais e agora a equipe poderá continuar esse trabalho inestimável em condições que sejam confortáveis e melhores ainda para os animais que tanto as merecem.

Para saber mais sobre o Hope Animal Sanctuary, clique aqui.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/06/abrigo-constroi-mini-casas-comunitarias-para-acolher-para-caes-resgatados/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.