O aeroporto alegou que o cão fugiu. Durante a captura, funcionários acabaram usando força excessiva

Após fazer uma viagem de avião de Xangai até Wuhan, uma cidade que fica na província chinesa de Hubei, um jovem de 23 anos postou em seu Weibo, que é a rede social mais popular da China, que seu cão, que também viajava no avião, sofreu maus tratos dos funcionários do aeroporto.

Segundo @HUST_维维豆奶, nome que o tutor do golden retriever chamado Er Mao usa na rede social, ele não pode viajar junto com o seu cão por causa do seu tamanho, então o animal foi encaminhado para o setor de carga.

Chegando ao seu destino, ele esperou por uma hora até que funcionários lhe devolvessem o cachorro afirmando que havia fugido e foram necessários 40 minutos e oito pessoas para capturá-lo. O rapaz não gostou nem um pouco do estado em que Er Mao estava.

Fotos: Reprodução/ HUST_维维豆奶

A justificativa dos funcionários para os ferimentos pelo corpo do cão era que ele havia caído de uma plataforma de pouco mais de um metro de altura. A desculpa obviamente não convenceu o tutor, que ficou furioso mas deu prioridade ao cão levando-o para o veterinário.

Após raspar as partes onde havia sangue nos pelos, a fim de descobrir o que havia provocado os ferimentos e o médico afirmou que o golden retriever pareceu ter sido golpeado com algum tipo de chicote com pontas afiadas ou até mesmo uma arma de ar comprimido.

Além dos ferimentos no abdômen, patas, focinho e cabeça, o cão contraiu uma infecção nos olhos e corre o risco de ficar cego.

“Eu espero que a China Eastern Airlines e o Aeroporto de Tianhe possam me dar explicações racionais e que parem de tentar se livrar de sua responsabilidade,” escreveu o tutor na postagem.

Infelizmente, até o momento, nenhuma das duas empresas se pronunciou sobre o ocorrido.

 

Com informações de Asia One

Fonte Oficial: http://www.clubeparacachorros.com.br/noticias/apos-vigem-de-aviao-cachorro-e-devolvido-com-varios-ferimentos-para-tutor/.