Membros do Vegan Strike Group interromperam uma apresentação de golfinhos no Loro Parque, em Tenerife, para protestar contra a exploração de animais no local.

Ativistas levantaram cartazes contra exploração e escravidão de animais (Foto: Daily Mail Online)

Ativistas entraram na piscina em que os golfinhos logo se apresentariam e ergueram cartazes, pedindo o fechamento do parque.

No vídeo, funcionários contém os golfinhos em um canto da piscina enquanto agentes de segurança entravam na água para retirar os ativistas.

Oficiais entraram na piscina para retirar os ativistas do local (Foto: Daily Mail Online)

No mês passado, a empresa de viagens Thomas Cook anunciou que deixaria de vender viagens a parques de animais que mantinham a prática de exploração de baleias.

Ela pretende também cortar laços com o Loro Parque a partir do próximo verão, após feedback ruim de clientes e consulta com especialistas em direitos animais.

O Vegan Strike Group publicou no Facebook sobre a ação: “Pela quarta vez, nossos ativistas do Vegan Strike Group interromperam um show de golfinhos em solo espanhol”.

“Esta foi a décima quarta vez que tomamos medidas para os golfinhos e os leões-marinhos desde a fundação do Vegan Strike Group”.

“Loro Parque, o infame parque de golfinhos em Tenerife, foi a nossa cena de batalha hoje. Este parque já era um objetivo nosso há muito tempo”.

“Mesmo que nós, como amantes dos animais, tenhamos que deixar as criaturas do mar em um banho de cloro, estamos muito satisfeitos com essa ação bem-sucedida”.

O Loro Parque ainda não se pronunciou sobre o ocorrido.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/09/ativistas-realizam-protesto-pacifico-em-parque-marinho-na-espanha/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.