O município de Barueri, no estado de São Paulo, registrou 83 casos de maus-tratos a animais domésticos atendidos pela Guarda Ambiental neste ano. A maior parte dos animais envolvidos são cachorros e gatos.

(Foto: Reprodução / Shutterstock / Imagem Ilustrativa)

Em uma das ocorrências, um cachorro de pequeno porte foi abandonado após ser amarrado com arame a ponto de não conseguir se movimentar. Resgatado pela guarda, ele foi encaminhado ao Centro de Proteção ao Animal Doméstico (Cepad), onde recebeu os cuidados necessários.

A Guarda Ambiental, que teve os serviços reativados no ano passado, encaminhou, após a realização de um balanço, os números de atendimento à Prefeitura, que os divulgou. As informações são do site Web Diário.

Os animais silvestres também são atendidos pelos agentes. Até abril, 121 deles foram resgatados. Após serem salvos, eles foram encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do município, no qual recebem atendimento médico. Após o tratamento, eles são devolvidos à natureza. Durante os resgates, equipamentos específicos são utilizados para garantir a segurança dos animais.

Apesar de realizar ações em prol dos animais domésticos e silvestres, a principal ação da guarda é o combate a desmatamentos, queimadas e aterros clandestinos. Foram realizadas 109 ocorrências do tipo desde janeiro, que incluíram, entre outras questões, podas ilegais, despejo de entulhos, resíduos tóxicos e poluição do ar.

Denúncias de crimes ambientais e maus-tratos contra animais silvestres ou domésticos podem ser feitas através do telefone 153.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/05/barueri-sp-registra-83-casos-de-maus-tratos-animais-em-2018/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.