Aves e animais foram resgatados e enviados para centro de tratamento em São Sebatião, SP — Foto: Divulgação/Polícia Militar Ambiental

Um homem foi autuado em flagrante por crime ambiental em Guarujá, no litoral de São Paulo, no último domingo (30). Na residência dele, policiais militares ambientais encontraram 24 aves e quatro tartarugas, além de equipamentos de caça.

A polícia deflagrou a Operação Fauna Livre no Distrito de Vicente de Carvalho, onde a PM ocupa de comunidades que possuem registros de algo índice de criminalidades. Em uma feira de rua, uma equipe recebeu a denúncia sobre o caçador.

O suspeito foi localizado na própria residência nas proximidades. Ele permitiu a entrada no local dos policiais, que localizaram pássaros pretos, tico ticos, sanhaços, coleirinhas, bigodinho, além de quatro tartarugas jabuti piranga.

No imóvel, os policiais ainda encontraram sete armadilhas e 21 gaiolas, que foram apreendidas para posterior destruição. Por manter os animais em cativeiro, o homem, que não teve o nome informado, foi multado em R$ 32 mil e responderá ao crime ambiental em liberdade.

As aves e as tartarugas localizadas serão enviadas para o Centro de Triagem e soltura de animais em São Sebastião (SP) onde, após tratamento, serão devolvidos à natureza. O caso também foi registrado na Polícia Civil, pela Delegacia Sede da cidade, e será investigado.

Fonte: G1

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/10/cacador-e-multado-em-mais-de-r-30-mil-ao-ser-flagrado-com-animais-silvestres-em-guaruja-sp/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.