Um comerciante indiano treinou um cachorro idoso para que pudesse explorá-lo por meio de um veículo de tração animal. Uma carroça improvisada colocada no cão o força a transportar galões contendo leite de uma vaca que também é explorada para retirada do líquido, produzido por ela para o bezerro, mas que é covardemente tirado dela e do filhote.

(Foto: Reprodução / Facebook / Léa Mesquita)

Um vídeo (veja abaixo) publicado no Facebook mostra o momento em que o cachorro é obrigado a puxar a carroça. O caso, registrado no Sul da Índia, tem revoltado internautas.

“Sem direito a escolha, idoso carregando um peso que seu corpo não suporta, fazendo literalmente um trabalho escravo”, disse a responsável por publicar as imagens. “Dá para ver a tristeza desse animal só de olhar nos olhos dele. É muito revoltante”, escreveu um usuário do Facebook.

Em um trecho do vídeo, é possível ver, inclusive, uma criança sentada na carroça, sendo carregada pelo cachorro. O peso do que é transportado pelo cão fica concentrado na coluna do animal, devido à estrutura da carroça improvisada, podendo colocar em risco a saúde dele.

Exploração animal

Animais existem por propósitos próprios, não para servir aos seres humanos. Portanto, qualquer prática que os coloque como meros objetos a serem utilizados para apenas beneficiar as pessoas, mesmo em situações que não haja maus-tratos, é considerada exploratória.

A carroça, no entanto, por si só não caracteriza apenas exploração, já que também maltrata o animal ao forçá-lo a carregar um peso que é prejudicial para ele, deixando-o exausto e podendo até mesmo gerar problemas físicos de saúde.

(Foto: Reprodução / Facebook / Léa Mesquita)

Nenhum animal, de qualquer espécie, deve ser envolvido em atividades consideradas, pelo ser humano, como trabalho. Tal classificação em relação aos animais, aliás, é equivocada, já que eles não devem ser vistos como seres que podem trabalhar, porque o trabalho é uma atividade que envolve consentimento e animais não têm condições de consentir.

As carroças, comumente utilizadas para explorar cavalos e burros, são veículos que devem ser substituídos por outros, como os elétricos, para que a exploração animal presente nessa atividade seja totalmente abolida, permitindo assim que os animais possam viver de acordo com as próprias vontades e não sendo forçados a atender demandas humanas.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/08/cachorro-idoso-explorado-para-puxar-carroca-improvisada/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.