Winnie, a primeira cadela clonada da Grã-Bretanha se encontrou pela primeira vez com sua cópia no último final de semana, informou o Daily Mail.

Nascida em março, Mini-Winnie voou para a Inglaterra no último sábado após ter recebido acompanhamento de especialistas na Coreia do Sul por cinco meses.

O processo da clonagem custa normalmente cerca de R$ 230 mil, mas a dona de Winnie, Rebecca Smith, de 29 anos, conseguiu clonar sua cadela de graça, após ter ganhado uma competição.

“Mini-Winnie (12 anos mais nova) se parece exatamente com Winnie quando esta era um filhote. Big Winnie engordou e tem pelo brancos agora, mas elas têm as mesmas características- as duas têm orelhas grandes e caudas pequenas e dobradas”, conta Rebecca.

Ela ganhou Winnie de presente no aniversário de 18 anos e atribui à cadela a superação da depressão e da bulimia.

“Eu sou muito apegada a Winnie. Ela é insubstituível, mas quando começou e envelhecer as pessoas me disseram que eu deveria ter outra. Meu namorado brincou que nós devíamos cloná-la, mas nunca pensamos que isso poderia ser possível, então entramos na competição organizada por um jornal e acabamos ganhando”, lembra.

Os cientistas da Fundação de Pesquisa de Biotecnologia Sooam levou células da pele de Winnie para seu laboratório na Coreia do Sul, onde extraíram o DNA e implantaram no óvulo de um doador. Após a fertilização, o óvulo foi implantado em uma outra cadela, que desenvolveu o embrião.

Rebecca planeja ter as duas cadelas, da raça Dachshund, acompanhando-a na Igreja a caminho do altar. “Eu quero que Winnie saiba o quanto é importante.”

A fundação de pesquisa coreana clonou seu primeiro cão, Snuppy, em 2005.

Fonte:  Portal Terra