Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma cadela foi submetida a uma perícia em Santarém, no Pará, para investigar se foi vítima de estupro. O exame, que tem um prazo de 30 dias para ter seu resultado liberado, foi realizado no Centro de Perícias Científicas (CPC) Renato Chaves.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

O animal foi resgatado no dia 29 de outubro após uma denúncia ser feita no dia 23. O Núcleo Integrado de Operações (Niop) recebeu a denúncia de que a cadela estava sendo estuprada por seu tutor e repassou o caso à Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma). O animal foi resgatado seis dias depois e levado para um lar temporário. As informações são do G1.

Um boletim de ocorrência foi registrado e o delegado solicitou a perícia. Testemunhas prestaram depoimento na delegacia e outros exames foram feitos para verificar o estado de saúde da cadela.

Relatos indicam que a cadela não é o primeiro animal a ser estuprado pelo homem. No entanto, esta foi a primeira vez que uma denúncia foi formalizada.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2019/11/cadela-e-submetida-a-exame-para-investigar-se-foi-vitima-de-estupro/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.