Cães em casamentos

O casamento é um dos momentos mais felizes da vida de um casal. E levar cães em casamentos pode parecer uma tarefa difícil, mas com os cuidados certos pode deixar seu dia ainda mais especial.

No Brasil e no mundo, os cães em casamentos tem sido uma febre. Os tutores cada vez mais incluem seus amigos peludos na cerimônia. Aqui daremos algumas dicas de como levar seu cão ao seu casamento e os cuidados principais com ele.

Cães em casamentos

Cuidado com roupinhas

É normal querer colocar uma roupinha no seu cãozinho para participar da cerimonia. Mas fique atento se seu cãozinho não fica incomodado com roupinhas ou se o clima não vai prejudicar a saúde dele.

Os machos ficam lindos em terninhos, mas se não for possível você pode usar apenas uma gravatinha. Ou uma coroinhas nas fêmeas. É importante que seu cãozinho esteja confortável. Assim ele até deve cooperar mais.

Cães em casamentos

 

Adestre seu cão

É importante adestrar o peludo com antecedência. Não adianta tentar ensiná-lo uma semana antes a levar as alianças, por exemplo. Isso provavelmente vai dar errado. Tente ensinar seu cão desde cedo a ficar calmo em locais cheios, e ensine outros comandos. Afinal levar cães em casamentos precisa de planejamento.

Se você deseja que ele faça algo na cerimônia será importante ensina-lo com persistência e desde cedo. Principalmente para que ele fique tranquilo e para evitar surpresas no dia do casamento.

Aproveite para conferir nosso artigo sobre 4 dicas chave para o adestramento do seu cão dar certo

Vale lembrar que se você tem um cachorro pequeno pode ser mais fácil de lidar. Mas cães grandes podem esbarrar em coisas e pessoas, por isso adestramento é importante.

Cães em casamentos

Como ele vai participar?

Quem pensa em incluir cães em casamentos deve pensar desde cedo em como vai querer que ele participe. Alguns querem que o cão leve as alianças. Outros preferem que ele fique sentadinho no altar junto a um dos padrinhos ou madrinhas.

Algumas noivas que perderam os pais preferem entrar com seu cão. Não tem nenhum problema nisso. Mas vale lembrar que é como um passeio, se seu cão puxa no passeio então pode dar errado.

Por isso prepare seu cãozinho com adestramento e muito persistência desde cedo. Assim as chances dele fazer o que você quer que ele faça no dia são muito maiores.

Cães em casamentos

 

Verifique se o local permite entrada de animais

Igrejas dedicadas a São Francisco de Assis, padroeiro dos animais, costumam ter maior flexibilidade nesse assunto. Outras igrejas costumam recusar a entrada de animais. Em todo caso vale a pena conversar com o padre antes.

Se a festa for na praia ou no campo como em chácaras, a situação fica mais fácil. Mas para evitar que seu cão seja barrado no dia, sempre tire a dúvida. Também vale a pena leva-lo para o local para treinar antes do dia marcado. O máximo de vezes que você puder.

Cães em casamentos

Contrate um pet sitter para a ocasião

Vai ser necessário ter uma babá para seu cão. Até porque o casal não poderá cuidar do cãozinho o tempo todo. E outros membros da família também podem se ocupar. Com essa ajuda você pode ficar mais tranquilo.

Deixe o pet sitter equipado com água e petiscos e contrate alguém que seu cão goste e respeite. Assim as chances de problemas acontecerem são bem menores.

Aproveite para conferir nosso artigos sobre como exercitar seu cão dentro de casa com dicas fáceis

Cuidado com a festa

Cães em casamentos

Festas tem enfeites, música e comida, no geral comida que os cães não podem comer. Então se você quer levar seu cão para a festa deve ficar atento. Se confiar mesmo no pet sitter então peça que a pessoa evite que o cão coma qualquer coisa.

Festas de casamento costumam ser a noite, por isso certifique-se que seu cão coma e se possível coma algo mais gostoso que o comum. Pois ele pode notar as comidas gostosas da festa e se recusar a comer sua ração de todo dia. Pode parecer brincadeira, mas muitos cães fazem charme para ganhar algo mais gostoso.

A música alta também não é boa para os cães. Então se você puder evitar que seu cão fique no lugar mais barulhento, melhor. Inclusive muitos cães querem entrar na festa, enquanto outros podem se assustar e tentar fugir.

Cães em casamentos

Se for necessário cuide para que seu cãozinho vá para casa antes de você. Para evitar que ele se sinta mal com o barulho. Mas o peludo também não deve ficar sozinho.

Aproveite para conferir nosso artigo sobre como ceia de natal e ano novo são um perigo para os cães isso também se aplica a comida da festa

Aceite que coisas podem dar errado

Quando se fala de cães em casamento é preciso lembrar e aceitar que coisas podem dar errado. Crianças –dependendo da idade- Até podem entender que é um evento importante e precisam se comportar, cães não.

Por isso evite velas e coisas com as quais os cães possam se machucar. E aceite que mesmo com toda a precaução pequenas coisas podem dar errado. Como o cão sair correndo na hora da entrada dele, puxar algum enfeite ou até derrubar alguma coisa.

Tome todos os cuidados para que o cãozinho não se machuque. E aceite que se tratando de cães em casamentos o inesperado pode acontecer. Assim você não precisa se irritar e pode enxergar de forma mais leves pequenas travessuras do seu peludo.

Fonte Oficial: https://webcachorros.com.br/caes-em-casamentos-saiba-como-levar/.