As caixas de areia para gatos são dos itens mais importantes para se adquirir quando um novo gatinho chega ao lar. Sabemos que gatos são animais de senso de limpeza muito apurado, por isso é importante que as caixas de areia obedeçam a algumas “exigências” dos bichanos, para que sejam utilizadas por eles e, assim, facilitem a vida dos donos.

– Diferentes tipos de areia para a caixa dos gatos

Existem diversos tipos de areia para se utilizar nas caixas de areia dos gatos e não cabe dizer que uma é melhor e outra é pior, recomendando sempre que o dono experimente os tipos e decida qual é melhor para si e para seu gatinho. Dentre os diversos tipos, pode-se destacar quatro:

A areia granulada é a opção mais barata do mercado. Bastante parecida com terra, forma torrões ou lama quando o gato faz xixi, porém possui pouco controle de odor.

A areia em formato de pedrinhas é feita de grãos naturais e minerais. Possui boa absorção e durabilidade, porém é mais recomendada para ambientes externos (como quintais), por conta do odor.

A areia madeirinha é biodegradável e apresenta boa absorção, durabilidade e controle de odor a um baixo custo, contudo exige que seja peneirada diariamente para tirar a areia saturada.

E, por fim, a areia sílica que apesar de mais cara que as anteriores, possui ótima absorção, controle de odores e excelente durabilidade (para apenas um gato, quase um mês). Recomenda-se a sílica em forma de cristais ao invés de bolinhas, pois as últimas podem rolar pelo chão conforme o gato se mexe dentro da caixa.

– Cinco dicas para preservar a caixa de areia

Coloque folhas de jornal ou papelão embaixo da caixa, para facilitar a limpeza da areia que o seu gato derrubar.

Evite caixas próximas à comida ou à água do gato. Proximidade demais pode fazer com que o gato evite tanto utilizar a caixa quanto comer e beber água.

Mantenha a caixa de areia em um local firme, principalmente se ela estiver sobre um armário ou estante. Gatos podem se incomodar com uma caixa balançando e correndo o risco de causar acidentes.

As caixas de areia devem estar sempre acessíveis, sem nenhum obstáculo que dificulte a chegada do gato até ela.

Limpe a caixa sempre que possível, pois muitos gatos chegam a segurar suas necessidades, por não quererem utilizar uma caixa suja.

Fonte: Cachorro Gato