O governo do Canadá realizará um plano destinado a proteger as últimas baleias orcas Residentes do Sul e a revitalizar a espécie que atualmente em risco.

Jonathan Wilkinson, ministro das Pescas do Canadá, anunciou o novo plano que irá dedicar 61,5 milhões de dólares (cerca de 227 milhões de reais) a medidas conservacionistas.

O projeto é um complemento da “Iniciativa de Baleias” do governo, que no total, utilizará US $ 167 milhões (cerca de 617 milhões de reais).

Com apenas 74 indivíduos de orcas na Terra, a população desses cetáceos está atualmente no nível mais baixo em três décadas.

A situação dessas criaturas aquáticas tem a ver com atividades humanas, incluindo a pesca excessiva do salmão Chinook (a principal fonte de alimento da baleia), o uso de barcos extremamente barulhentos e a contaminação da água marinha, o seu habitat natural.

Governo canadense irá implantar uma série de medidas para ajudar a população das orcas (Foto: Pixabay)

De acordo com Wilkinson, esse dinheiro ajudará a financiar medidas de conservação, como implantar incubadoras de peixes para reconstruir os estoques de salmão Chinook, particularmente no rio Fraser. Medidas para restaurar o habitat do peixe serão realizadas, a fim de promover sua recuperação a longo prazo.

Ainda, será feito um controle mais rigoroso dos cinco poluentes principais do mar para reduzir o impacto sobre as baleias e sistemas de monitorização de embarcações serão feitos para impedir encontros entre navios e orcas.

Para a diminuição de ruídos e perturbação dos animais, eles pretendem também realizar acordos com operadores de ferry e indústria naval para formalizar medidas voluntárias que reduzam o som dos navios.

Além de tomar essas medidas, Wilkinson acrescentou que o governo canadense continuará investigando a possibilidade de adicionar uma área de habitat ao largo da costa sudoeste da ilha de Vancouver. O lugar é conhecido por ser onde as baleias socializam e caçam comida.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/11/canada-realiza-plano-de-230-milhoes-para-proteger-populacao-de-orcas/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.