Louie, um cãozinho de quatro anos de idade, começou a latir e correr pelo apartamento em que morava para alertar sua tutora, Shannon Weeks, de que algo estava errado. A jovem de 23 anos, intrigada, foi ver o que acontecia quando encontrou sua filha, Chloe, ainda bebê, de bruços na cama. Ela estava completamente pálida e não conseguia respirar.

Reprodução | Express

“Tudo que eu consegui fazer foi gritar. Ela estava muito pálida e seus lábios estavam azuis claros. Foi a pior noite da minha vida. Louie é meu herói. Se não fosse por ele, eu não teria minha linda filha”, afirmou Shannon em entrevista ao portal britânico Express. O cachorro, na realidade, era da avó de Shannon, Maureen Tarrant, que estava de visita no período do incidente, e Chloe sentia certo receio de ficar perto do animal.

Mas naquela noite tudo mudou. O que aconteceu é que Chloe começou a engasgar por volta das 11h da noite. Louie percebeu que algo estava estranho e começou a latir desesperadamente. Quando Shannon ouviu o barulho, a mãe de dois filhos pensou que fosse alguém passando por seu apartamento em Dartford, Kent.

Mas ele continuava a latir, enquanto saía e entrava dos quartos, sempre indo em direção à Chloe. Foi então que ela percebeu que algo havia nesta história.

“Eu saí e o vi do lado de fora do quarto de Chloe. Ela vomitou e engasgou. Foi um choque enorme”, relembra Shannon. O pai de Chloe, Tom, 24 anos, a levou às pressas para o Hospital Darent Valley. Ela estava sofrendo de bronquite e uma doença viral, mas desde então ela se recuperou completamente.

“Os médicos disseram que se não fosse por Louie e se eu não tivesse chegado lá a tempo, Chloe pode não ter sobrevivido. Ele realmente a salvou. Chloe estava com medo dele, mas agora eles são inseparáveis”, finaliza Shannon.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/09/caozinho-alerta-tutora-e-previne-bebe-de-morrer-asfixiado/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.