Mais de 100 cabras eram exploradas em trabalhos de limpeza de algumas terras para um condado de Idaho, nos EUA. Até que por volta das 7h da última sexta-feira, elas conseguiram escapar e irromperam em um bairro da cidadezinha, surpreendendo moradores e cativando espectadores em mídias sociais enquanto se banqueteavam em gramados, arbustos de flores e folhas de árvores.

Reprodução | The Daily Mail

“Elas estavam em uma lagoa que o condado havia nos contratado para limpar, e parece que elas empurraram algumas tábuas de madeira e saíram por ali”, disse Matt Gabica, co-proprietário da We Rent Goats, uma empresa que fornece cabras para limpar ervas daninhas em propriedade privada e pública.

As cabras foram capazes de se espremer através de apenas algumas ripas quebradas na cerca em torno da propriedade do condado. “Um monte de proprietários de casas e um monte de crianças tiveram alguma emoção no dia”, complementa Gabica. “As cabras são grandes artistas de fuga, e eu acho que eles decidiram ir em uma aventura hoje”, disse Kim Gabica, outra proprietária da empresa de aluguel de bodes, ao jornal The Daily Mail.

“É raro que muitos saiam, mas definitivamente seguiriam um ao outro”. A empresa, com sede em Middleton, possui cerca de 500 cabras, mas nem todas estavam em Boise na sexta-feira. O rebanho de cerca de 118 bodes reunia-se principalmente em alguns gramados próximos, onde eles comiam placidamente a vegetação, fotos do show de incidentes.

Reprodução | The Daily Mail

O rebanho foi colocado em um caminhão por trabalhadores da empresa por volta das 8h30. A essa altura, as cabras já haviam acumulado seguidores animados no Twitter. Um repórter do canal de notícias local KTVB apelidou-o de ‘#Boise Goat-a-Palooza 2018’. Um usuário do Twitter disse que em 30 anos eles contariam a seus netos sobre “a grande invasão de cabras em 2018”.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/08/cerca-de-100-cabras-fogem-de-fazenda-e-se-divertem-em-cidadezinha-nos-eua/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.