Usando dados de rastreamento por satélite, pesquisadores criaram novos mapas mostrando o impacto da pesca em 24 regiões ao redor do mundo. A técnica é largamente utilizada pela indústria de frutos do mar, mas também é destrutiva.

Peixes em caixas de pesca

Pesca de arrasto causa danos a ecossistemas | Foto: Pixabay

“Este é o primeiro estudo que tentou mapear o impacto da pesca de arrasto nessa escala global”, disse em entrevista Ricardo Amoroso, biólogo da Universidade de Washington e integrante do grupo de pesquisa.

Amoroso e seus colegas coletaram dados de sistemas de monitoramento de navios por satélite e diários de bordo dos últimos dois a seis anos. A equipe concluiu que a técnica arrasou 14% do oceano nas áreas observadas, deixando 86% intocados.

A pesca de arrasto é frequentemente criticada pelos danos que a ecossistemas marinhos. Redes de arrasto e dragagens de fundo tocam té as profundezas de oceanos coletando indiscriminadamente qualquer coisa em seu caminho.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação estima que a pesca de arrasto seja responsável por quase um quarto das espécies marinhas explorados para consumo humano.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/10/cientistas-usam-satelites-para-determinar-impacto-de-pesca/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.