Por David Arioch

Presidente do Forest Green Rovers diz que o tecido é realmente agradável e macio (Foto: Divulgação)

O clube vegano Forest Green Rovers, do Reino Unido, estreou esta semana o seu novo uniforme feito de bambu. Sobre a justificativa para o uso do material, o presidente do time, Dale Vince, explicou que até recentemente não tinha se dado conta de que todas as camisas dos clubes são feitas de plástico – poliéster.

“Eu queria que mudássemos isso e optássemos por fontes sustentáveis. Então perguntei ao nosso fornecedor de kits se eles poderiam fazer algo com bambu”, declarou em comunicado enviado à imprensa. Vince gostou tanto do resultado que agora quer motivar outras equipes britânicas a trilharem o mesmo caminho – rumo a um futuro mais sustentável.

“Você pode comprar escovas de dente de bambu, óculos de sol, todo tipo de material e é um material realmente sustentável. Além disso, essas camisas melhoram o desempenho. Aqui no Forest Green estamos sempre encontrando coisas no futebol que podem ser mudadas”, destaca e acrescenta que o tecido de bambu é agradável e macio.

Vince também é proprietário da empresa de energia verde Ecotricity e da Devil’s Kitchen, que fornece refeições veganas nas escolas do Reino Unido. Além de não oferecer nada de origem animal, a empresa desenvolveu uma linha de embalagens sustentáveis e toda a energia utilizada para a produção dos alimentos é da Ecotricity, que conta com certificação da The Vegan Society.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2019/07/clube-vegano-estreia-uniforme-feito-de-bambu/#utm_source=rss&utm_medium=rss.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.