Os sinais de dor em cães e gatos podem ser bem sutis. Para percebê-los, você precisa estar atento a mudanças em seu comportamento.

Os cães tendem a ser mais orais e podem ganir, estender uma pata machucada ou mancar. Os gatos, com mais frequência, simplesmente se escondem ou se recusam a se mover. Outros sinais incluem ofegar, salivação em excesso, recusa em comer, “arquear” ou encolher uma barriga dolorida, curvar um pescoço dolorido, recuar quando tocado ou apertar os olhos quando estão doloridos ou lacrimosos.

Se você desconfiar de problemas na coluna ou fraturas, não use nenhum analgésico como primeiros socorros. Da mesma forma, uma vez que a maioria dos analgésicos para cães podem piorar o sangramento, eles podem ser perigosos se você não tiver certeza da extensão do problema (nunca dê aspirinas para cachorros!).

os veterinários têm remédios muito mais seguros e eficazes que podem ser receitados quando for feito o diagnóstico. Contudo existem alguns tratamentos eficiente que podem ser usados num primeiro tratamento. Aqui estão os melhores:

– Anti-inflamatórios a base de corticoides reduzem a inflamação dolorosa. Funcionam bem em pequenos cortes e esfolados ou ferroadas de insetos.

– Produtos contendo benzocaína são anestésicos tópicos que bloqueiam a dor de queimaduras solares ou inflamações bucais. Atenção! A benzocaína nunca deve ser usada em gatos!

– Compressas quentes fazem maravilhas em articulações inflamadas e rígidas por causa da artrite.

– O gelo alivia em minutos a dor de quado todo machucado de pele, contusão ou queimadura.

Fonte: primeiros socorros para cães e gatos

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.

DEIXE UMA RESPOSTA