De acordo com Amy D. Shojai, no livro “Primeiros Socorros para Cães e Gatos”, aos três anos de idade, 80% dos cães apresentam algum problema dentário

Quando os cães demonstram algum sintoma de incômodo nos dentes, é sinal de que o problema está mais sério do que parece. Isto porque, na maioria das vezes, eles só apresentam desconforto quando a situação já está avançada. De acordo com dados apresentados por Amy D. Shojai, no livro “Primeiros Socorros para Cães e Gatos”, em torno dos três anos de idade, 80% dos cães apresentam algum problema dentário.

“Eles acontecem com mais frequência quando o dente se estraga e quebra, ou ficam moles e caem por causa de doença na gengiva. Outras vezes, traumas, como a queda de uma árvore, ou um atropelamento, podem quebrar ou abalar os dentes”, explica Amy.

Além disso, os cães que mastigam objetos duros também podem apresentar problemas dentários relacionados ao desgaste dos dentes. Levando em consideração estas situações, a autora ainda indica os cuidados que os tutores devem ter diante deste problemas.

O que fazer diante de um cachorro com dente quebrado?

Como resolver problemas nos dentes do meu cachorro

Foto: depositphotos

Verifique o grau do problema

Antes de qualquer coisa é necessário verificar como está o dente do animal. Existem casos em que o dente vai quebrar em uma região que prejudique a raiz, já em outras situações o dente pode ser saudável e a raiz pode não ficar comprometida. Neste último caso, você pode procurar um veterinário para o que o dente seja reimplantado. Para isso, preserve o dente em um copo com pouco de leite, mantendo-o protegido e úmido.

Ofereça água gelada ao pet

Diante de um problema como esse, o cachorro deve ingerir bastante água e de preferência gelada pois ela é capaz de causar dormência na região, evitando dores. Dar gelo, entretanto, não é uma boa dica pois pode acabar quebrando ainda mais o dente do cachorro. Já o gelo raspado pode ser uma boa opção. Caso o animal se recuse a beber água, você pode usar uma mangueira para facilitar o processo.

Aposte em anestésico local e analgésico

Além da água gelada, você também pode optar por aplicar algum anestésico na região afetada. Se o pet permitir, passe xilocaína na área até conseguir atendimento médico. Outra dica para amenizar a dor enquanto você segue até o veterinário com o cachorro, é o uso de algum analgésico, que para os cães pode ser carprofeno. E lembre-se, em hipótese alguma ofereça aspirina para cachorro.

Ofereça alimentos macios

Como um cuidado posterior aos primeiros socorros e ao atendimento médico, é com relação a alimentação. Aposte em alimentos macios, que não sejam difíceis de mastigar e que não possam causar dores no animal.

Fonte Oficial: http://www.clubeparacachorros.com.br/tabombando/como-resolver-problemas-nos-dentes-meu-cachorro/.