Pela primeira vez, a habilidade de pesar probabilidades antes de se tomar decisões foi observada fora do grupo dos primatas. De acordo com um estudo publicado no último dia 3 na revista científica Nature Communications, alguns pássaros da ordem Psittaciformes, que inclui papagaios, araras e cacatuas também têm essa mesma capacidade.

Trata-se de aves como papagaio-da-Nova-Zelândia que, segundo os cientistas, conseguem coletar informações de diversas fontes distintas antes de fazer uma escolha. As descobertas se basearam em alguns experimentos feitos pelos pesquisadores, nos quais seis pássaros do sexo masculino foram treinados para associar pequenas fichas de madeira pretas a petiscos gostosos. Por outro lado, lhes foi ensinado a associar fichas laranjas à ausência de recompensas.

Então, cada uma das aves foi colocada frente a um cientista e dois potes, cheios de fichas pretas e laranjas. No momento em que as fichas eram misturadas e o número de fichas laranjas era mudado, enquanto o de fichas pretas era mantido. Quatro pássaros mostraram uma preferência pelo pote com menor número de fichas laranjas, mostrando que sabiam que receberiam menos petiscos.

De acordo com os cientistas, isso sinaliza que as aves não estavam respondendo apenas ao número de fichas de uma ou outra cor dentro do pote, mas sim à chance de tirar uma ficha preta em meio às laranjas. Assim, esses animais seriam os únicos que comprovadamente levam probabilidades em conta na hora de tomar decisão com exceção dos macacos, afirmam os especialistas.

Fonte: Veja.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.