O Diabetes Mellitus é uma doença comum em cães. Ela é causada pela diminuição da produção de insulina, e o seu indevido funcionamento.

A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas que auxilia a mover a glicose do sangue oriunda da alimentação para as células do corpo, onde é utilizada para produzir energia e manter o funcionamento vital do organismo.

Mas como saber se meu cão é diabético?

O seu cão estará com o apetite mais voraz e mesmo assim perderá peso (isso porque além do catabolismo de proteínas e lipídios estar mais acelerado, o centro da saciedade no hipotálamo precisa de insulina para funcionar, estando inativo!), urinará com maior frequência e beberá mais água para compensar a desidratação.

O melhor a se fazer, caso suspeite da doença, é levar o seu animal para um veterinário de confiança, onde ele encaminhará alguns exames para confirmar o diagnóstico.

E o tratamento?

Na maioria dos casos de diabetes em cães, o animal é insulinodependente, ou seja, eles precisam da administração de insulina. O tratamento visa o controle glicêmico e a manutenção do peso corporal.

E quais são as possíveis complicações?

O animal pode desenvolver catarata diabética (quando a íris fica esbranquiçada) ou diferentes casos de glicosilação em outros órgãos, pancreatite, problemas de cicatrização e até mesmo um quadro de cetoacidose diabética.