Um cachorro vivia em situação de rua quando teve a vida transformada. Ele foi encontrado, bastante magro e encolhido no canto de um restaurante, por Kiara Alamo, em Luquillo, Porto Rico. Ela sabia que não poderia ir embora e deixar para trás aquele cão que tinha um olhar que parecia implorar por ajuda e, por isso, incentivada pela mãe, o resgatou.

(Foto: Reprodução / Instagram)

“O rosto daquele cachorro… ele estava tão triste e com medo das pessoas. Eu podia ver em seus olhos que ele precisava tanto amor”, disse. “Eu estava preocupada com ele, porque o restaurante ficava perto de uma rodovia. Então, minha mãe me convenceu a levá-lo para casa”, acrescentou. As informações são do portal Histórias com Valor.

O cachorro recebeu o nome de Uto. Ao chegar no novo lar, ele demonstrou ter dificuldades para caminhar e, por isso, foi levado a uma clínica veterinária, onde, após serem realizados exames de raio-x, foi constatado que ele precisaria ser submetido a uma cirurgia para que pudesse andar sem sentir dor.

Uto foi operado e após meses de recuperação, passou a ter uma vida normal. “Foi a melhor decisão que tomei”, afirmou Kiara sobre a adoção do cachorro, que vive com mais três cães.

(Foto: Reprodução / Instagram)

Um ano depois, ainda há no cachorro resquícios dos maus-tratos que provavelmente sofreu e que o deixaram traumatizado. Ao conhecer pessoas novas, ele sente medo, mas em Kiara confia e adora nela se aconchegar.

“Ele tem muito medo de pessoas e sons”, explicou a tutora. “Mas ele gosta de conhecer outros cães e tem muitos amigos”, completou.

Apesar de ter salvo a vida de Uto e dado a ele uma condição melhor para viver, Kiara não apenas ajudou o cachorro, como também foi beneficiada por ele. “Uto me ensinou como ser feliz. Ele tem tanto amor para oferecer que nem se importa com o que outras pessoas fizeram com ele”, disse.

Confira mais fotos:

(Foto: Reprodução / Instagram)

(Foto: Reprodução / Instagram)

(Foto: Reprodução / Instagram)

(Foto: Reprodução / Instagram)

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/09/ele-precisava-de-amor-diz-mulher-adotou-cao-doente-traumatizado/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.