Na semana última semana, representantes de mais de 70 países se reuniram em Londres. A Illegal Wildlife Trade Conference discutiu estratégias, inovações tecnológicas e políticas para combater a caça e comércio de espécies selvagens protegidas.

EUA investe internacionalmente, mas enfraquece sua vida selvagem | Foto: Pixabay

Representado no evento, os Estados Unidos se dispuseram a contribuir financeiramente com os esforços. Entretanto, os $90 milhões oferecidos pelo país pouco valem diante da controversa postura do governo em relação à conservação.

A administração Trump tem ameaçado tomar medidas retrógradas que vão contra a vida selvagem. Entre elas, ações que devem desproteger centenas de espécies ameaçadas resguardadas pela lei ambiental dos EUA.

Além de mutilar a lei, o governo tenta esconder informações da população. O jornal The Guardian teve acesso à mensagens comprometedoras enviadas por autoridades aos funcionários do Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA. Os e-mails listam registros que devem ser total ou parcialmente omitidos do público. O objetivo é não prejudicar as ações do governo.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/10/eua-financiam-esforco-internacional-mas-ameacam-as-proprias-especies/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.