Um cachorro de aproximadamente um ano de idade foi resgatado em Volta Redonda, no Rio de Janeiro, após uma denúncia indicar que ele estava sendo mantido acorrentado em uma casa abandonada no bairro Vila Americana. O animal, submetido a maus-tratos, apresentava ferimentos pelo corpo.

(Foto: Reprodução / Diário do Vale)

O caso, no entanto, antecede a denúncia. Isso porque moradores do bairro decidiram recorrer a protetores de animais e ao Corpo de Bombeiros para interferir na situação após tentativas de ajudar o cão não terem sido bem sucedidas. Uma das vizinhas, inclusive, conversou com a tutora do animal e se ofereceu para ajudar a cuidar dele, mas ouviu, como resposta, que o cachorro estava bem e não precisava de auxílio. A casa onde o cachorro era mantido está localizada atrás da residência da tutora. Ele ficava sozinho no local. As informações são do portal Diário do Vale.

“O cachorro estava acorrentado em uma casa suja, fria, mofada e com ratos. O cachorro ficou estressado por ficar acorrentado por muito tempo e comeu o próprio rabo. Ele se feriu muito se enroscando na corrente, com o tempo a situação piorou e deu bicho [larvas]”, contou a protetora Silvana Silva, que, em conjunto com as também protetoras Keity Rema e Lilian Verri, resgatou o cachorro.

A tutora não ofereceu resistência às protetoras, que conseguiram resgatar o cachorro sem dificuldade. O animal foi levado a uma clínica veterinária. Após se recuperar, ele será disponibilizado para adoção responsável.

Nas redes sociais, as protetoras de animais e os moradores do bairro estão pedindo ajuda para arcar com os gastos do tratamento do cão, que recebeu o nome de Bóris, e ajudá-lo a encontrar um novo lar.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/09/cao-mantido-em-casa-abandonada-e-salvo-no-rj/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.