Se você é daqueles tutores que não resiste ao olhar de piedade que seu cachorro faz enquanto te observa comendo, é importante tomar cuidado. Nem todos alimentos podem ser oferecidos ao seu animal e alguns, embora sejam saudáveis para humanos, são nocivos para os cães.

A veterinária Monique Silva, coordenadora da Clinicão em Guaratinguetá, listou os alimentos mais nocivos à saúde do cachorro. Frutas como laranjas, uvas ou passas, por exemplo, fazem mal. Chocolates e produtos derivados de trigo também devem ser evitados. Confira abaixo a lista completa:

1 – Alimentação caseira: Para quem prefere dar comida em vez de ração aos animais, é necessário ter cuidados. Condimentos como alho e cebola, além de corantes e conservantes, fazem mal. Estes produtos estão presentes em temperos, por exemplo, e por isso às vezes nem é visto.
“Se o tutor preferir a alimentação caseira deve entrar em contato com um nutricionista veterinário para que faça um cardápio diário”, diz Monique.

2 – Frutas cítricas: Embora façam bem para humanos, alimentos ácidos, como a laranja e o abacaxi, podem provocar problemas gástricos nos cães. Neste grupo, também estão frutos como o kiwi, tangerina e o morango.
Outras frutas que devem ser evitadas são as uvas ou passas. Apesar de não serem ácidas, elas podem causar ou agravar problemas renais.

3 – Chocolate: Você sabe o que é teobromina? É uma substância encontrada no cacau e um dos principais vilões da alimentação canina. “A teobromina presente no chocolate provoca graves problemas hepáticos e tem ação acumulativa no organismo”, explica.
Se o seu cão é um fã de chocolate, o mercado já possui produtos voltados para estes animais.

4 – Alimentos de trigo: É importante estar atento com o trigo até quando vai comprar ração ao seu pet. Rações que possuem trigo devem ser evitadas, assim como pão, massa de pizza e macarrão, por exemplo.
“Alimentos que contenham trigo deve ser evitados pois provocam uma alta incidência de alergias que podem se apresentar como coceiras, caspa ou problemas gastro intestinais”.

5 – Ossos: Apesar de ser comum vermos em desenhos e filmes o cachorro feliz correndo atrás de um osso, a realidade pode ser um pouco mais alarmante. Conforme o alimento é mastigado, ele solta lascas que podem ferir o sistema digestivo do cão. “Ossos podem provocar perfurações ou obstruções. Apesar de alguns proprietários oferecerem tais alimentos com frequência, não é o ideal”, diz.
Ossos de animais fazem mal, mas é possível encontrar ossos de brinquedo que não oferecem risco.

6 – Bebidas: Nesta categoria, existem dois produtos mais nocivos à saúde do cão: derivados de cafeína e bebidas alcoólicas. Estes produtos, além de tóxicos, causam no animal o mesmo efeito que nos seres humanos, mas com um efeito ampliado. Por isso, o café, por exemplo, pode acelerar os batimentos cardíacos do animal.
O consumo excessivo gera intoxicações no animal.

Fonte: G1

Via: Anda.jor.br