Todos conhecem Leonardo DiCaprio como o ator que ficou famoso pelos filmes “Titanic”, “Gatsby”, e “O Lobo de Wall Street”, mas o astro também é conhecido por sua atuação em iniciativas de proteção a animais ameaçados.

Em 1998, ele criou a Fundação Leonardo DiCaprio, que desde então vem se dedicando a “proteger os últimos lugares selvagens da Terra e promover uma relação harmoniosa entre a humanidade e a natureza”, de acordo com o site da organização.

A fundação trabalha para prover recursos para projetos conservacionistas que ajudam a proteger tigres e tubarões da extinção, e salvar oceanos e florestas, além de auxiliar no avanço de outras campanhas importantes relacionadas.

No ano passado, a Fundação DiCaprio doou 6 milhões de dólares para campanhas de preservação, sendo que 3 milhões foram direcionados ao programa de conservação de tigres no Nepal da WWF, e os outros 3 milhões foram para a organização Oceana, que trabalha para salvar os oceanos e os mamíferos marinhos dos insustentáveis métodos de pesca.

Agora, DiCaprio está novamente em ação e acabou de doar 1 milhão de dólares para o Elephant Crisis Fund. As informações são do NewsLinq.

Segundo a Wildlife Conservation Network, a doação será usada para salvar elefantes da atual crise da caça pelo marfim e financiar projetos contra a caça e o tráfico.

A ajuda é crucial, uma vez que a caça continua inabalável nos países africanos, matando cerca de 100 elefantes “por dia”. A demanda pelo marfim das nações asiáticas e outras comunidades ao redor do mundo (até mesmo os Estados Unidos) contribui diretamente para esse massacre cruel.

“A caça aos elefantes constitui uma crise brutal, com mais de 30 mil elefantes mortos só no ano passado”, afirmou DiCaprio. “A dizimação desses animais é algo que temos o poder de fazer parar, e o Elephant Crisis Fund é parte fundamental da solução. Eu me sinto honrado por apoiá-los”.

Fonte: ANDA