Rinocerontes estão entre os animais mais visados por caçadores no país (Foto: Reprodução)

Na Gâmbia, na África Ocidental, um grupo de advogados, um grupo veterinário e uma universidade pública se uniram para lançar no mês passado um projeto de educação em defesa dos animais. O objetivo principal é qualificar cidadãos para atuarem como ativistas, ajudando a fortalecer ainda mais a conscientização sobre a importância da vida animal.

O coordenador da Associação de advogados em Defesa do Bem-Estar dos Animais da Gâmbia, Abdou Manneh, disse ao portal de notícias Foroyaa que a princípio a meta é capacitar pelo menos 200 pessoas.

A iniciativa realizada em parceria com a Universidade da Gâmbia e com a Veterinarian Utan Granser deve se pautar a princípio em informações e ações que visam mostrar na teoria e na prática a importância de se proteger animais ameaçados pela caça como elefantes e rinocerontes, que têm espécies bem próximas da extinção.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/12/gambia-investe-na-educacao-em-defesa-dos-animais/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.