O gato que foi alvejado por um tiro de chumbinho dentro de um condomínio de luxo na cidade de Goiânia (GO) recebeu alta do veterinário após ter sido submetido a uma cirurgia para retirada do projétil. O animal se recupera bem.

(Foto: Arquivo pessoal/ Carolina Martins)

Tom, como é chamado, foi encontrado ferido no sábado (15) no condomínio Aldeia do Vale. A suspeita da tutora dele, a estudante Carolina Matos, é de que a violência contra o animal tenha sido cometida nas proximidades de casa. As informações são do portal G1.

A administração do condomínio, por sua vez, acredita que o gato pode ter sido atingido nas dependências de outra residência, já que as imagens gravadas pelas câmeras de segurança localizadas nas áreas comuns do condomínio não registraram o crime. O Aldeia do Vale disse ter tomado conhecimento do caso na última segunda-feira (17) e afirmou que as providências cabíveis para identificação do autor do disparo estão sendo tomadas.

(Foto: Arquivo pessoal/ Carolina Martins)

O chumbinho retirado do gato foi encaminhado à Delegacia Estadual do Meio Ambiente (Dema). Para a polícia, não há dúvidas de que o ato cometido contra o animal se trata de um crime.

“Temos os laudos do veterinário, não há dúvidas que houve o crime de ferir animal doméstico. Agora estamos trabalhando para tentar identificar o autor por meio de câmeras de segurança do condomínio e também com testemunhas”, disse o delegado titular da Dema, Luziano de Carvalho.

Os maus-tratos a animais estão previstos na Lei de Crimes Ambientais e podem ser punidos com detenção de três meses a um ano, além de multa que pode chegar a 360 salários mínimos.

(Foto: Arquivo pessoal/ Carolina Martins)

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/09/gato-alvejado-por-tiro-de-chumbinho-recebe-alta-apos-ser-operado/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.