Divulgação

Dos golfinhos são arrancados seus dentes para que eles não possam ferir os turistas que pagam para nadar com estes animais. E assim, enquanto os visitantes se divertem, os animais silvestres criados em cativeiro continuam sendo torturados.

Muitos casos de maus-tratos foram relatados pela associação World Animal Protection UK (WAP), que em um relatório mostra o outro lado do turismo indonésio.

Há resorts e atrações que permitem que você nade com golfinhos, acaricie tigres, elefantes, orangotangos e muitos outros animais que podem ser encontrados em Bali, Gili Trawangan e Lombok, verdadeiros paraísos há um tempo primitivo, mas hoje literalmente transformado.

O que isso significa? Que para incentivar o turismo, os animais são mantidos em pequenas gaiolas, muitas vezes acorrentados e à disposição dos visitantes que podem tirar fotos e acariciá-los.

A associação sem fins lucrativos visitou 26 dessas instalações e afirma que golfinhos, orangotangos, tigres, elefantes não têm cuidados veterinários e alimentação adequada. Nas 26 estruturas vivem 1500 animais selvagens e o quadro é verdadeiramente espantoso.

Golfinhos

Todos os golfinhos são mantidos em condições inadequadas, nadando em uma pequena piscina de cerca de três metros de profundidade. Em cada piscina há pelo menos 4 golfinhos com dentes lixados ou completamente removidos para evitar que machuquem os turistas que nadam com eles.

Elefantes

Os elefantes são usados ​​para os deslocamentos, os turistas sentam-se neles e atravessam a cidade. Tudo isso envolve um treinamento cruel e intensivo.

Orangotangos e tigres

São sedados para serem acariciados, muitas vezes têm correntes em volta do pescoço e têm que ficar o dia inteiro à disposição do pessoal que quer fazer selfie com eles.

Divulgação

Uma tragédia

Segundo o relatório, 100% dos lugares com animais em cativeiro não respeitam o bem-estar dos animais.

“É uma verdadeira tragédia. Bali é um destino maravilhoso para os turistas, mas a forma como os animais são tratados torna tudo grotesco e terrível. Atrás de um paraíso na Terra, sua economia baseada no turismo explora sua herança de vida selvagem. Hoje pretendemos desencorajar os turistas de visitar lugares como este”, disse o administrador da WAP, Steve McIvor.

O que você pode fazer

“Se você puder montar, abraçar ou fazer um selfie com animais selvagens, então estamos diante de um ato de crueldade. Não faça isso, não importa quantos likes você irá obter nas redes sociais.

Estamos incentivando os turistas a boicotar as empresas de viagens que promovem e apoiam esses lugares cruéis. As empresas de viagens são responsáveis ​​pela revisão urgente de suas ofertas em Bali para garantir que não estejam apoiando essas instalações aterrorizantes.

Para proteger os animais selvagens, convencemos quase 200 empresas de viagens a deixar de oferecer passeios de elefante e apresentações de animais silvestres”.

O que você pode fazer é optar por não visitar essas estruturas de horror. Essa é a única maneira de impedir que os animais sejam torturados.

Fonte: Green Me

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/06/golfinhos-tem-dentes-removidos-para-nadar-com-turistas/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.