O primeiro episódio, reportado pelo grupo IRA – Grupo de Intervenção e Resgate Animal, ocorreu no dia 6 de julho: foi encontrada uma cadela grávida enforcada numa árvore em Casal de Cambra, no concelho de Sintra, em Portugal.

(Foto: Divulgação / Imagem Ilustrativa)

Na época, conta o IRA numa publicação no Facebook, o grupo recolheu pistas “muito abstratas” e “sem fatos ou evidências irrefutáveis quanto à autoria do crime”.

O segundo caso aconteceu no dia 19 de setembro, quando foi descoberto exatamente da mesma forma outro cão numa zona de mato da região. Esse já se encontrava num estado avançado de decomposição.

A SÁBADO contactou a polícia de Casal de Cambra, que afirmou não “poder fazer comentários” e recusou-se a prestar declarações.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/09/grupo-de-defesa-animal-denuncia-casos-de-enforcamento-de-caes/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.