Um homem da cidade de Foshan, no sudoeste da China, torturou um rato após encontrá-lo em sua casa. Ele prendeu uma das patas dianteiras do animal em uma ratoeira, e o deixou pendurado na sacada da residência por horas.

Foto: Reprodução

O homem, que ainda não foi identificado, alegou que o animal estava tentando roubar sua comida, e disse que preferia pendurar o rato, pois afirmou assassiná-lo de uma vez seria “cruel demais”.

Um vídeo divulgado retrata o desespero do animal, enquanto o homem ri e comenta: “Basta deixar lá, o sol forte vai matá-lo”. O rato fica balançando o corpo em uma tentativa aflita de libertar-se.

Um homem chinês prendeu um rato em uma ratoeira, e o deixou pendurado na sacada da residência por horas após encontrá-lo em sua casa.

Foto: Reprodução

À plataforma chinesa de compartilhamento de vídeos, Pear, o homem afirma que capturou o animal no dia 22 de julho. Quando perguntado se o método punitivo era muito cruel, ele disse: “Não tem problema, desde que eu não tenha visto ele morrer”.

A situação do animal é desconhecida.

Nota da Redação: tratamentos como esse são injustificáveis. Animais são seres sencientes, que sofrem, amam e têm medo. Castigar um animal com violência, por qualquer motivo, configura crueldade e deve ser completamente condenável. Enquanto pessoas cruéis, e responsáveis por esse tipo de tortura, continuarem impunes, os animais continuarão sendo vítimas da irracionalidade humana.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/07/homem-pune-rato-roubando-comida/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.