Um iceberg de 100 metros de altura aproxima-se de um pequeno vilarejo de Innaarsuit, na costa oeste da Groenlândia, e provoca preocupação devido à gravidade das consequências que pode causar caso haja colisão.

Um iceberg de 100 metros de altura aproxima-se de um pequeno vilarejo de Innaarsuit, na costa oeste da Groenlândia, e provoca preocupação.

Foto: Scanpix Denmark/Reuters

Os moradores que residem perto da costa, foram instruídos a mudarem-se para áreas mais altas. “Nós tememos que o iceberg possa inundar a aldeia”, disse a membro da polícia nacional, Lina Davidsen.

Susanne Eliassen, membro do conselho de Innaarsuit, disse que não é incomum que grandes icebergs sejam vistos perto da comunidade. Porém, ela afirmou que esse é o maior de todos, e que a existência de rachaduras e buracos no grande bloco de gelo preocupa ainda mais os moradores locais. “Ninguém está ficando desnecessariamente perto da praia e todas as crianças foram orientadas a ficar em áreas mais altas”, disse Eliassen.

A polícia enviou um helicóptero de busca e resgate para a comunidade remota, que tem uma população de cerca de 170 pessoas.

Blocos de gelo que se desprendem do círculo polar durante o verão passam com frequência pela Groenlândia, região autônoma da Dinamarca que é banhada pelo Oceano Glacial Ártico. Mas autoridades da Groenlândia afirma que nunca viram um bloco de gelo tão grande e tão perto.

A incidência de icebergs que se libertam das geleiras provavelmente se tornará mais comum, afirmou o pesquisador geológico da Dinamarca e pesquisador da Groenlândia, William Colgan.

“A ocorrência de icebergs na Groenlândia tem aumentado nos últimos 100 anos, à medida que a mudança climática se torna mais forte”, disse ele, enquanto o crescente número de icebergs, por sua vez, “aumentam os riscos de tsunami”.

Diversas ações antrópicas contribuem para a aceleração das mudanças climáticas, como a queima de combustíveis fósseis, atividades industriais, agropecuária, descarte de resíduos sólidos e desmatamento. Sem a mudança de hábitos e instauração de regulamentos que protejam o planeta, as populações humana e animal serão irreversivelmente afetadas.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/07/iceberg-ameaca-vilarejo-groenlandia/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.