Em um movimento histórico para o progresso da medicina humana e o afastamento do uso de animais em testes como de macacos e cães, entre outros, o Conselho Indiano de Pesquisa Médica ( ICMR), sob a égide do Ministry of Health & Family Welfare, anunciou seus planos para estabelecer um novo “Centro de Excelência em Biomedicina e Avaliação de Risco Baseado em Roteamento Humano do ICMR” em Hyderabad.

Foto: Pixabay

O anúncio do ICMR vem logo após as reuniões com Humane Society International e People for Animal, que pediram aos órgãos de financiamento da Índia para aumentarem seus investimentos em tecnologias de ponta, como órgãos humanos em um chip e técnicas de modelagem computacional de próxima geração. Essas técnicas alternativas são essenciais para o avanço da saúde pública e do crescimento econômico ao lado dos Estados Unidos, Europa, China  e outros líderes globais em inovação. As informações são do World Animals News.

O vice-diretor da HSI / Índia , Alokparna Sengupta, disse em um comunicado : “Somos gratos ao ICRM por ‘pensar fora da caixa’ e atender nosso chamado para estabelecer este centro urgentemente necessário para o avanço de abordagens específicas para pesquisas médicas e testes de segurança de produtos”.

“Mais e mais cientistas estão questionando a relevância e a utilidade da pesquisa e dos testes baseados em animais, enquanto as agências de financiamento estrangeiras estão investindo pesadamente em tecnologias não animais de ponta. Este novo centro do ICMR, se tiver recursos adequados, tem o potencial de tornar a Índia um importante ator global na pesquisa médica do século XXI. Esperamos continuar colaborando com o ICMR para tornar essa visão uma realidade”.

Foto: Dmitry Korotayev | Epsilon |Getty Images

Paralelamente, o ICMR coordenou a elaboração de um “Roteiro indiano sobre alternativas aos animais em pesquisa” com contribuições de importantes cientistas e especialistas indianos na área, incluindo representantes do HSI / Índia.

Espera-se que este documento do white paper sirva como base para o desenvolvimento de futuros pedidos de financiamento para pesquisa pelo ICMR, que conduzirá a agenda científica no novo Centro de Excelência focado no ser humano em Hyderabad.

A Humane Society International é um membro fundador da Biomedical Research for the 21st Century (BioMed21) , um grupo diversificado e internacional de interessados ​​que compartilham a visão de um novo paradigma focado no ser humano na pesquisa médica.

Atualmente, a colaboração está anunciando uma  chamada de financiamento aberta  destinada exclusivamente a cientistas da saúde, para apoiar o desenvolvimento e a publicação de artigos de revisão em áreas-chave da saúde pública, como câncer, diabetes (tipo II), doenças cardiovasculares e tuberculose.

 

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2019/01/india-anuncia-o-fim-de-testes-com-animais-em-pesquisas-biomedicas/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.