Reprodução | Plant Based News

Os salários representam uma parcela de US$ 3,6 bilhões do montante total, o que mostra que esse setor paga uma média de US$ 59,4 mil por ano a cada trabalhador – cerca de US$ 13 mil acima da renda média do trabalhador norte-americano.

Outra boa notícia é que o setor está em crescimento: a expectativa é que essas empresas criem 2 mil vagas a cada ano.

“Esse novo dado, combinado com a recente pesquisa ambiental que mostra que os substitutos da carne geram dez vezes menos gases causadores do efeito estufa, indicam que as políticas públicas deveriam apoiar mais a indústria de alimentos vegetais”, defende a diretora-executiva da Plant Based Foods Association, Michele Simons.

Em resumo, os alimentos de origem vegetal não são apenas boas opções para a saúde econômica de um país, mas também são melhores para a saúde da população em geral, deixam uma pegada de carbono muito menor e, para coroar, não precisam explorar os animais para atingir nada disso.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/05/industria-de-alimentos-vegetais-gera-us-137-bi-na-economia-dos-eua/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.