Jardineiros veganos estão evitando estrume e fertilizantes tradicionais em favor de suprimentos que são livres de uso animal em sua fabricação, no Reino Unido.

O principal horticultor da Royal Horticultural Society, Guy Barter, disse: “A jardinagem vegana é semelhante à orgânica, na medida em que evita pesticidas e fertilizantes sintéticos”.

“Mas vai além, eliminando qualquer coisa de origem animal que inclua alimentos populares com materiais animais, como peixes, ossos e sangue, e esterco de criação intensiva de animais”.

O veganismo atinge também à jardinagem, que pode ser feita com produtos livres de animais (Foto: Pixabay)

O paisagista Jack Wallington disse ao Sunday Telegraph que estava tentando tornar seu lote mais ecológico usando “adubo caseiro e fertilizantes feitos de urtigas e confrei, além de fertilizante de algas comprado em lojas”.

A Royal Horticultural Society disse que as empresas terão de produzir novos produtos para atender à crescente demanda por compostos verdes, fertilizantes veganos e pelotas de esterco de animais criados ao ar livre.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/10/jardinagem-vegana-promove-o-uso-de-produtos-livres-de-ingredientes-de-origem-animal/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.