Por Rafaela Damasceno

Um homem foi preso nesta segunda-feira (5) tentando transportar mais de 200 canários da espécie Sicalis flaveola (conhecidos popularmente como canários-da-terra) no Aeroporto Internacional de Brasília.

Foto: Polícia Federa

O criminoso viajava de Manaus (AM) e, no desembarque, foi descoberto ao tentar passar duas malas pelo raio-x. Os pássaros estavam amontoados dentro de gaiolas, dentro das malas.

O canário-da-terra é conhecido por suas penas de cor vibrante e seu canto bonito. As aves têm, em média, 13,5 centímetros e pesam em torno de 20 gramas. A espécie costuma viver em bando e é vítima do tráfico, já sendo até mesmo considerada em extinção por alguns estados brasileiros, como Minas Gerais.

Os canários encontrados foram levados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) do IBAMA – órgão que visa preservar áreas naturais, como florestas e rios -, onde serão examinados. O homem responderá pelo crime, podendo ser condenado a até 8 anos de reclusão.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2019/08/mais-de-200-canarios-sao-encontrados-presos-em-mala-no-aeroporto-de-brasilia/#utm_source=rss&utm_medium=rss.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.