Cerca de 220 quelônios que seriam covardemente mortos para consumo humano foram resgatados durante a operação Tabuleiros, realizada na reserva Cujubim, em Jutaí, a 750 km de Manaus, no Amazonas. Os responsáveis pelos animais fugiram durante a abordagem.

(Foto: Divulgação/Ibama)

Iniciativa do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a operação passou a ser realizada no dia 16 deste mês e não tem prazo para acabar.

Ações constantes de combate ao tráfico de animais silvestres são realizadas no estado do Amazonas, segundo o órgão. As informações são do portal G1.

O crime de comercialização, transporte ou compra de quelônios tem como penalidade multa de R$ 5 mil por animal resgatado.

Os quelônios estão ameaçados de extinção principalmente por causa do tráfico para consumo humano.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/07/mais-200-quelonios-destinados-consumo-humano-sao-salvos-no-am/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.