Foto: Veganuary/Reprodução

Foto: Veganuary/Reprodução

Um número recorde de mais 250 mil pessoas em 190 países assumiram o compromisso se tornarem veganas em janeiro de 2019. As estatísticas recentes foram divulgadas pela campanha Veganuary. A maioria dos participantes deste ano, 87%, eram mulheres e 44% se identificaram como comedores de carne.

A saúde foi o maior motivo para 46% dos participantes da campanha deste ano, com 34% e 12% optando por evitar produtos de origem animal, em prol do bem-estar animal e devido a preocupações ambientais, respectivamente.

O número de adesões veganas para 2019 excedeu as dos quatro anos anteriores juntos, sugerindo que o veganismo está se tornando um movimento dominante. Os organizadores do Veganuary disseram que seis em cada 10 participantes que aceitaram o “juramento do Veganuary” disseram que pretendem se manter veganos.

Treze novas parcerias no exterior aumentaram a presença do Veganuary em outras partes do mundo – como Índia, Suécia, Brasil, Argentina, Chile, Peru, Cingapura, Malásia, Austrália, África do Sul, Japão, Islândia e Rússia.

Quase todos os participantes (98%) recomendariam o Veganuary para amigos e 44% relataram que permaneceriam veganos após a campanha.

Foto: Veganuary/Reprodução

Foto: Veganuary/Reprodução

“Que ano tem sido! Mais pessoas do que nunca se comprometeram a experimentar apenas alimentos à base de vegetais. Somos gratos a todas as pessoas que participaram da campanha e adotaram uma mudança tão positiva. O Veganuary pode ser visto como um divertido desafio de ano novo – e nós realmente esperamos que seja uma ótima experiência para todos – mas sem nunca esquecer de que há sérios problemas em jogo”, disse o co-fundador da Veganuary, Matthew Glover.

As mudanças climáticas podem causar danos irreversíveis, as florestas estão sendo dizimadas e os oceanos poluídos, enquanto isso os animais sofrem abusos invisíveis nas explorações agropecuárias e os animais selvagens são levados à extinção.

Por trás dessa destruição e sofrimento está a pecuária. ”Várias empresas lançaram opções veganas em janeiro para apoiar a campanha, incluindo as agora virais, salsichas veganas, da rede de conveniência Gregg’s, as pizzas veganas na Pizza Hut e os itens do menu da Bread Street Kitchen desenvolvido pelo aclamado chef Gordon Ramsay.

“A boa notícia é que cada um de nós tem o poder de proteger nosso planeta e seus habitantes com cada refeição baseada em vegetais que comemos”, disse Glover. “É por isso que estamos tão orgulhosos dos participantes de 2019, e porque nós, como uma ONG, trabalharemos mais do que nunca para aumentar o número de participantes para o Veganuary 2020, mantendo uma boa proporção de pessoas optando por permanecer veganas”, concluiu animado o criador da inciativa.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2019/04/mais-de-250-mil-pessoas-em-190-paises-se-tornaram-veganas-em-janeiro-passado/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.