A Conferência Nacional de Direitos Animais (ARNC, do inglês) concederá a Miley Cyrus, na edição deste ano (#AR2018), um prêmio pela sua atuação em defesa dos direitos animais.

Em anos anteriores, a mesma premiação foi dada a ativistas como Alicia Silverstone, Moby, James Cromwell, Casey Kasem, Jackson Galaxy e Bill Maher.

Reprodução | LIVEKINDLY

“O prêmio de ativismo entregue às celebridades é importante para valorizar as pessoas que usam o poder de sua voz para dar força ao movimento como um todo,” explicam os organizadores do evento ao portal Plant Based News.

“A conferência deste ano pretende premiar a cantora e ativista Miley Cyrus por seu trabalho incrível em promover os direitos animais no nosso jantar, dia 30 de junho,” concluem.

Reprodução | The Vegan Punk

A escolha de Miley Cyrus como principal voz do ano se dá pela sua postura de, como dito pelos próprios organizadores, “não apenas falar e, sim, agir de acordo com o estilo de vida vegano.”

Entre ações de destaque de Miley nos últimos tempos, estão o seu posicionamento a favor de roupas sintéticas – que não são feitas com ingredientes de origem animal ou não envolvem qualquer tipo de crueldade em sua produção – durante o baile Met Gala.

Ela também foi premiada pela ONG PETA no ano passado pela sua militância e chegou até a tatuar o logo de girassol da ONG vegana do Reino Unido The Vegan Society. Enfim, de fato são extensos os posicionamentos públicos da artista em defesa dos animais.

O que é a ARNC?

O evento é a maior conferência sobre direitos animais do mundo, e acontece todos os anos desde 1981. Ele chega a reunir mais de 1600 ativistas, produtores de alimentos, expositores, palestrantes e organizações.

Em cada edição, acontece em uma cidade e estado diferentes dos EUA. Em 2018, a Conferência Nacional de Direitos Animais vai acontecer entre os dias 28 de junho e 1º de julho, na cidade de Los Angeles, na Califórnia.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/05/miley-cyrus-recebera-premio-por-militancia-em-prol-dos-animais/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.