O Monte Fanjing, localizado na província de Guizhou, no sudoeste da China, foi declarado um Patrimônio Natural Mundial da UNESCO na 42ª sessão do Comitê do Patrimônio Mundial realizado na cidade de Manama, em Bahrein, país insular vizinho da Arábia Saudita e Catar.

O Monte Fanjing, na China, foi declarado um Patrimônio Natural Mundial da UNESCO na 42ª sessão do Comitê do Patrimônio Mundial realizado em Bahrein.

Foto: Reprodução

O monte é lar de uma grande variedade de animais selvagens e tornou-se o 53º local chinês reconhecido mundialmente. Atualmente, 50 espécies de plantas e animais ameaçadas de extinção habitam a área protegida.

A União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, em inglês), disse que o Monte Fanjing demonstrou seu valor estético como um local de patrimônio natural e satisfaz o padrão mundial, que requer que os locais nominados tenham excelente diversidade e integridade biológica.

A inclusão do Monte Fanjing na Lista do Patrimônio Mundial é resultado do reconhecimento internacional do valor natural e o trabalho da conservação do local, e reflete o progresso que a China alcançou em termos de proteção da diversidade biológica, disse Song Xiaolu, chefe da província de Guizhou na reunião do Comitê do Patrimônio Mundial.

“Continuaremos fazendo esforços para proteger e administrar o local de patrimônio natural do Monte Fanjing, e melhoraremos sua infraestrutura básica com base na decisão do Comitê do Patrimônio Mundial e a Convenção sobre a Proteção do Patrimônio Cultural e Natural Mundial”, acrescentou Song.

A 42ª reunião do Comitê do Patrimônio Mundial, foi realizada entre 24 de junho e 4 de julho, e discutiu 28 nomeações para a Lista do Patrimônio Mundial, incluindo cinco locais naturais, 20 culturais e três misturados.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/07/monte-fanjing-patrimonio-mundial/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.