Cães são popularmente conhecidos como os melhores amigos do ser humano. E o caso de um filhote que se recusou a abandonar a tutora que desmaiou no meio da rua de Daqing, uma cidade chinesa, é um exemplo de porque esta expressão é tão utilizada. O pequeno companheiro ficou ao lado de sua amiga não apenas na rua, mas dentro da ambulância de emergência, até chegar ao hospital.

Reprodução | The Daily Mail

Pessoas que presenciaram e registraram o incidente, relataram a um jornal local que a mulher estava passeando tranquilamente com seu cão quando de repente desmaiou no meio da rua. Os pedestres imediatamente alertaram os serviços de emergência, preocupados com a situação dela.

Quem também estava extremamente preocupado era o golden retriever que durante todo o tempo em que ela estava deitada no chão, não se movia para longe dela, protegendo seu corpo de possíveis ameaças. Foi quando as pessoas começaram a fotografar e gravar em seus celulares tudo o que acontecia, pois a reação do animal realmente tocou a todos que passavam por lá.

A persistência e lealdade do cão, chamou a atenção também dos paramédicos que chegaram ao local. Geralmente, animais não podem andar dentro da ambulância mas, nesse caso, eles abriram uma exceção e permitiram que ele acompanhasse a moça até o hospital.

Reprodução | The Daily Mail

Vídeos que circularam pela internet dias depois do ocorrido, mostram a mulher deitada no chão com o cão ao seu lado. Em alguns momentos, ele é visto correndo em círculos, angustiado porque sua tutora não se mexia. Em seguida ele aparece agarrado à maca que levava sua companheira em direção à ambulância. Ele pula no automóvel e vigia sua tutora como um anjo da guarda enquanto ambos seriam transportados para o Hospital Popular de Daqing.

Depois que a dupla chegou ao pronto-socorro, os médicos permitiram que o fiel animal sentasse do lado de fora da sala de tratamento. Assim que a mulher recuperou sua consciência, a primeira coisa que saiu de sua boca foi o nome de seu amado animal. O cachorro veio correndo em direção a ela, muito animado pela recuperação.

Yu salientou que, em circunstâncias normais, nenhum animal é permitido durante o transporte médico de emergência para proteger a equipe da ambulância.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/08/mulher-sofre-colapso-na-rua-e-cao-se-recusa-a-abandona-la-na-china/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.