A ONG Porto Animal Save fez uma denúncia à Guarda Nacional Republicana (GNR), em Portugal, por meio da qual acusa os organizadores do chamado “Jogo da Rata” por maus-tratos a um porquinho-da-índia. O jogo consiste em colocar o animal em uma espécie de palco circular com saídas numeradas, sendo o vencedor aquele participante que tiver escolhido previamente o número pelo qual o porquinho-da-índia entrar. Antes do jogo começar, o animal fica confinado em uma caixa pequena no meio do palco.

(Foto: Reprodução / Porto Animal Save / JN)

A denúncia, segundo fonte oficial, chegou à GNR através de um e-mail. A Guarda afirma que diligências serão realizadas para averiguar se alguma ilegalidade foi  cometida. As informações são do site português JN.

O jogo que, segundo a entidade, é pautado na exploração animal, tem sido realizado na “Festa do Caldo de Quintandona”, no Vale do Sousa, e foi promovido no último final de semana na freguesia de Lagares, em Penafiel.

A Porto Animal Save considera que o evento explora “um animal assustado” para entretenimento humano. “Será que isto é efetivamente necessário?”, questiona a ONG. Durante o evento, o animal é submetido a estresse devido ao intenso barulho feito pelos participantes.

Nas redes sociais, a entidade pede ajuda para “acabar com estas tradições medievais”.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/09/ong-denuncia-maus-tratos-porquinho-da-india-explorado-em-jogo/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.