Um vídeo mostra o momento cruel em que um pescador senta em uma tartaruga marinha e cavalga o animal ao longo do convés de um navio.

Na filmagem, o homem coloca todo o seu peso esmagador nas costas da tartaruga, a pega pelo seu casco e começa a se arrastar. O tempo todo ele grita e zomba do animal.

Depois, ele a pega pelas patas traseiras e a arrasta de volta. Ele tenta também levantar a criatura aterrorizada pelas nadadeiras traseiras.

Durante toda a ação, a tartaruga esperneia, claramente desconfortável e aflita.

Homem senta e cavalga tartaruga marinha em navio (Foto: Daily Mail Online)

Ainda não está claro exatamente quando as imagens foram feitas, mas a principal suspeita é que tenham sido registradas na China.

O vídeo foi postado no Instagram, pelo Nakawe Project, organização que preza pelo bem-estar da vida marinha. Ele provocou indignação online, recebendo muitas críticas:

“Isso é tão difícil de assistir. Como os seres humanos podem ser tão cruéis?” escreveu um usuário.

O preço da pesca

Infelizmente, a filmagem foi postada dias depois de cerca de 300 tartarugas marinhas ameaçadas de extinção terem sido encontradas mortas na costa sul do México.

As tartarugas foram encontradas sem vida, muitas começando a se decompor, presas no que parecia ser uma rede de pesca.

Heliodoro Diaz, coordenador da agência de proteção civil do estado, contou que pescadores do estado de Oaxaca as descobriram na comunidade costeira de Barra de Colotepec.

As tartarugas, em risco de extinção, medem cerca de 29,5 cm de comprimento e pesam cerca de 45 kg. De maio a setembro, elas descem em vários estados mexicanos ao longo do Oceano Pacífico para depositar seus ovos.

Em outro momento do vídeo, homem levanta tartaruga pelas patas traseiras (Foto: Daily Mail Online)

O México, que abriga seis das sete espécies de tartarugas marinhas do mundo, tem um programa permanente para proteger os répteis, incluindo penalidades criminais para aqueles que os matarem.

O escritório do promotor federal de proteção ambiental (PROFEPA) disse que investigaria o caso.

 

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/09/pescador-monta-em-tartaruga-e-finge-cavalga-la-enquanto-zomba-do-animal/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.