Por Rafaela Damasceno

Os golfinhos são animais sencientes, extremamente inteligentes e sensíveis. Eles também possuem uma cognição avançada, ou seja, uma alta capacidade de percepção e aprendizado, e costumam criar fortes laços familiares.

Foto: Andrea Izzotti/Shutterstock

Infelizmente, os golfinhos não estão livres da indústria de pesca. Apesar da carne de golfinho não ser mundialmente comercializada, eles são mortos para servir de isca.

Segundo o One Green Planet, uma quantidade entre 5.000 e 15.000 de golfinhos são mortos por ano, apenas no Peru. O relatório Pequenos Cetáceos, Grandes Problemas, feito pelo Instituto de Bem-Estar Animal (AWI, na sigla em inglês), expõe os problemas que os cetáceos do mundo todo estão enfrentando. A indústria de pesca do Peru foi considerada uma das principais culpadas.

DJ Schubert, biólogo de vida selvagem da AWI, explicou que, em muitas regiões, as mortes dos cetáceos evoluiu de capturas acidentais à caça comercial. “É ultrajante que muitos países tenham leis que protejam as espécies, mas a fiscalização é fraca ou inexistente. Isso permitiu que um mercado negro se desenvolvesse”, afirmou.

Os golfinhos mortos para serem explorados como isca sofrem mortes agonizantes. Normalmente, eles são esfaqueados com facas ou arpões, e então são deixados para morrer lentamente. As caças à espécie são proibidas por lei no Peru desde 1996, mas investigações comprovam que os assassinatos são constantes em toda a costa peruana.

Uma petição foi criada pedindo para que o vice-ministro Javier Fernando Miguel Atkins Lerggios faça a lei ser respeitada, punindo os criminosos responsáveis. Você pode contribuir assinando aqui.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2019/08/pescadores-usam-golfinhos-como-isca-para-capturar-tubaroes-no-peru/#utm_source=rss&utm_medium=rss.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.