A People for Equal Treatment of Animals (PETA), maior organização de proteção animal do mundo, criticou a Disney após a morte de quatro jacarés durante as buscas pelo menino de 2 anos arrastado da beira de um lago por um animal na última terça-feira (14) à noite.

Para a instituição, os animais estavam apenas “fazendo o que é natural para eles”. A presidente da PETA, Ingrid Newkirk, disse ao jornal britânico “Mirror” que o parque deveria ter colocado avisos.

“A Disney, sabendo que havia jacarés na água, deveria ter instalado sinais de alerta porque não é novidade que os jacarés são predadores naturais. Agora, uma criança e quatro jacarés, que estavam fazendo apenas o é natural para eles, pagaram com suas vidas”, disse.

Newkirk ainda lembrou que as construções acabam diminuindo o habitat dos animais. “O preço de pavimentar o paraíso, colocar um estacionamento, é que parques de diversões, hotéis, centros comerciais, campos de golfe e rodovias têm diminuído o habitat dos animais selvagens que necessitam dele para sobreviver.

Divulgação

Divulgação

Fonte: Extra Globo

Via: Anda.jor.br