Foto: Prefeitura de Balneário Camboriú/Divulgação

Um pinguim da espécie magalhães (Spheniscus magellanicus) foi encontrado encharcado de óleo na Praia de Taquarinhas, em Balneário Camboriú, Litoral Norte de SC. Ele foi resgatado por uma equipe da Unidade de Estabilização de Animais Marinhos da Universidade do Vale do Itajaí (Univali).

Segundo o coordenador da iniciativa, Jeferson Dick, o animal foi vítima de poluição e consequentemente, da ação humana. “Ele estava com óleo, mas não estava machucado. O óleo impregnado no corpo faz com que as aves percam a impermeabilidade das penas. Ficam debilitadas e têm dificuldade para manter a temperatura corporal”, esclareceu em entrevista ao portal G1.

A ave foi limpa e alimentada. Está em reabilitação e os veterinários estão aguardando que o corpo do animal reaja positivamente aos cuidados e passe produzir a impermeabilização natural nas penas que garantirá que ele esteja apto à soltura.

Assim que estiver recuperado, o pinguim será levado para Florianópolis, onde se juntará a um grupo de aves da mesma espécie para serem devolvidos à natureza.

Nota da Redação: é lamentável que diariamente se acumulem episódios de animais marinhos vítimas da poluição causada por atividades humanas. Acima dos interesses comerciais, é necessário que a consciência seja clareada para que a ética e a preservação dos ecossistemas sejam valorizadas e ações sustentáveis sejam colocadas em prática.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/07/pinguim-coberto-de-oleo-e-resgatado-em-balneario-camboriu-sc/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.