Um pinguim, da espécie Magalhães, foi encontrado com o corpo coberto de óleo nos molhes da barra, praia localizada no Rio Grande do Sul. O animal recebe agora os cuidados necessários no Centro de Recuperação de Animais Marinhos (Cram) da Universidade Federal do Rio Grande (FURG).

(Foto: Reprodução/RBS TV)

O pinguim juvenil está com 3,2 kg, peso considerado abaixo do ideal pelos veterinários. Além disso, ele demonstrava sinais de estresse ao ser encontrado. Por essas questões, o animal permanecerá em recuperação antes do óleo ser retirado das penas dele. As informações são do portal G1.

No momento, ele passa por tratamento com exames de sangue e banhos bem quentes, necessários para mantê-lo aquecido já que ele está sentindo mais frio por estar com o corpo repleto de óleo.

O animal é o segundo da espécie a ser resgatado coberto de óleo pelo centro da universidade desde 2011.

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/07/pinguim-resgatado-com-corpo-coberto-de-oleo-recebe-cuidados-no-rs/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.