Os moradores de uma área vizinha da Reserva Natural das Águas, em Antonina, no litoral do estado do Paraná, se depararam com uma visita bastante incomum. Pelo menos cinco queixadas — popularmente chamados de porcos-do-mato — foram flagrados na área de preservação ambiental. Os animais estão ameaçados de extinção e, por isso, a aparição é considerada rara. Eles apareceram na região na última quarta-feira (31) e foram registrados pelas câmeras de quem vive na região.

E o registro surpreendeu não só os vizinhos, mas também os pesquisadores da Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS) que mantêm a reserva. Eles acompanham os rastros dos porcos-do-mato desde 2013, quando começaram a aparecer, mas esta é a primeira vez que os animais são filmados — o que é considerado uma grande conquista em termos de preservação ambiental.

(Foto: Reprodução / Gazeta do Povo)

Para o biólogo Roberto Fusco, que coordena um projeto de monitoramento de grandes mamíferos na região, os esforços de recuperação da Mata Atlântica são os grandes responsáveis pela aparição dos mamíferos. “Com a redução da caça e dos esforços da reserva para recuperar as áreas degradadas — que antes era ocupada por búfalos —, eles provavelmente ficaram por ali por se sentirem seguros. Nos entornos da Serra do Mar, há algumas montanhas, então pode ser que estavam escondidos”, explica o pós-doutorando em Ecologia e Conservação da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e pesquisador do Instituto de Pesquisas Cananeia (IPeC).

Uma característica dos queixadas é que, em áreas com grande densidade, é possível que os animais andem em grupos de até 150 membros. No vídeo gravado em Antonina, porém, não é possível mensurar a quantidade real dos animais que passeiam pela região. No entanto, com o projeto “Conservação de Grandes Mamíferos no Corredor da Serra do Mar”, desenvolvido pelo IpeC com o Instituto de Pesquisa da SPVS, a ideia é monitorar a presença dos animais para identificá-los com mais detalhes.

“Nós mapeamos as áreas de maior ocorrência dos animais e estamos com uma proposta de entender a partir deste mapeamento como está o aumento ou a redução destas populações ao longo do tempo. Não tivemos como identificar o sexo dos animais, porque isso só é possível com captura. No local exato do vídeo, as pessoas não tinham visto ainda os queixadas”, completa Costa.

Outras aparições

Recentemente, outra visita que chamou atenção na Serra do Mar foi a de um casal de onças-pintadas, filmado pela primeira vez por uma armadilha digital de pesquisadores na Área de Proteção Ambiental (APA) de Guaraqueçaba, no Litoral. Assim como os queixadas, a aparição das onças também é inusitada, e há 20 anos, a região não tinha um registro documentado do animal.

Fonte: Gazeta do Povo

Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2018/11/porcos-do-mato-ameacados-de-extincao-aparecem-no-parana/.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.