Por Rafaela Damasceno

O primeiro clube de rugby completamente vegano foi formado no Reino Unido e atualmente está à procura de novos jogadores. O time se chama Green Gazelles e foi formado para provar o poder do estilo de vida vegano. A equipe é composta por homens e mulheres.

Foto: Green Gazelles

O fundador, Brendan Bale, está procurando por jogadores de todas as habilidades e tem interesse em jogadores de alto nível. “O time está se formando muito bem, com o jogador profissional Darren Dawidiuk, o treinador David Cleary e muitos outros mostrando interesse”, declarou ele.

O clube está garantindo que todas as vestimentas sejam totalmente veganas – incluindo os calçados – e está atrás de patrocinadores.

“Somos o primeiro clube de rugby inteiramente vegano, nosso objetivo é mostrar os jogadores que seguem uma dieta baseada em vegetais – promovendo o veganismo através do rugby!”, diz a página do Green Gazelles no Facebook.

O clube segue o exemplo da equipe de futebol Forest Green Rovers, que é inteiramente vegana desde 2015. Muitos outros atletas de sucesso também seguem uma dieta baseada em vegetais, como Lewis Hamilton, campeão de Fórmula 1; o jogador de futebol do Manchester United, Chris Smalling; as estrelas do tênis, Novak Djokovic e Serena Williams, e muitos outros.

Forest Green Rovers

Em 2015, o Forest Green Rovers removeu todos os produtos de origem animal de seus estádios, tornando-se o primeiro time do mundo a jogar em um estádio inteiramente vegano.

O proprietário do time, Dale Vince, também é diretor de uma empresa de eletricidade vegana, a Ecotricity. Além de promover o veganismo, ele também agrega os princípios de sustentabilidade ao espírito da equipe. Abandonou os uniformes feitos com produtos plásticos e adquiriu camisas de bambu. Os calções possuem o logotipo dos patrocinadores veganos da equipe.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


Leia mais em: https://www.anda.jor.br/2019/08/primeiro-clube-de-rugby-vegano-do-mundo-e-formado-no-reino-unido/#utm_source=rss&utm_medium=rss.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Clube dos Animais.