Ao longo das estações de temperaturas baixas, os animais precisam de cuidados para prevenir gripes e problemas respiratórios. Por isso, a orientação é resgatar agasalhos e cobertores do armário também para os pets. “É fundamental proteger o cão ou o gato da friagem”, afirma a veterinária Thatiana Freitas de Oliveira.

A médica, que integra a equipe do Hospital Veterinária Bom Clima, orienta que sejam adotados cobertores ou mantas, além de caminhas mais acolchoadas, pois estas retêm mais calor.

A veterinária Cléia Maria da Silva, do Centro Veterinário Wilson Grassi, na Zona Leste, diz que os cuidados valem tanto para cães que ficam dentro da residência quanto para os que permanecem em quintais. “Aos que dormem fora de casa os cuidados devem ser dobrados”, diz Cléia. Ela considera indispensável uma casinha que o abrigue do vento, frio e chuviscos, na qual devem estar os cobertores.

O mais indicado é direcionar a entrada da casinha para o lado com melhor corrente de ar, bem como optar por locais cobertos. Uma vez que o papelão é um isolante térmico, pode ser usado por baixo das cobertas. “Mas é preciso trocá-lo frequentemente, para que não acumule bactérias e fungos”, diz Thatiana.

Roupinhas são alternativa para cães

Os felinos não costumam se adaptar bem às roupas, mas ficam bem com caminhas acolchoadas, tocas e mantas. No caso de cães, as roupas são um recurso a mais para aquecê-los durante o inverno.

As veterinárias Cléia Maria da Silva e Thatiana Freitas de Oliveira falam apenas sobre o cuidado com a higiene das peças e o tempo de uso. “Se o animal utilizar roupas por muito tempo pode apresentar problemas de pele. O ideal é retirar nos períodos mais quentes do dia”, orienta Cléia.

Também é indicado que o pet tenha mais de uma peça, para usar uma enquanto a outra é lavada.

Vacinação contra gripe é indicada

Para os cachorros está disponível a vacina contra a gripe que pode ser aplicada anualmente. A veterinária Thatiana Freitas diz que a vacina imuniza o animal contra o vírus da gripe canina. “Assim, há uma prevenção contra doenças respiratórias que decorrem de agravamento do quadro de gripe”, diz.

No caso dos bichanos, não há vacina contra a gripe. Porém, a V4 e a V3 os protegem de algumas doenças, entre as quais um problema respiratório chamado rinotraqueite.

Atenção para sintomas de resfriado

Os sintomas de gripe nos pets são muito semelhantes aos observados em humanos: coriza, tosse, secreção nasal e/ou ocular, espirros. Quando mais avançado, apresenta febre, que só pode ser constatada pelo veterinário com o termômetro. Falta de apetite e apatia também são sinais de problemas.

Fonte: Deisy de Assis/Metrô News