O abrigo Eu Amo Animais tem duas necessidades básicas: a reforma da casa e ração para os animais

A vida de protetor animal não é fácil, pois muitas vezes o poder público não contribui para a continuidade dos projetos.

Desta forma, ONGs e associações passam por diversas dificuldades para manter os animais que resgatam. Esta é a realidade, por exemplo, do protetor Elpídio Araújo que vive em Recife, capital pernambucana. De acordo com a Agência de Notícias de Direitos Animais (ANDA), o ativista precisa de ajuda para reformar a casa que serve de abrigo para 58 animais.

“Temos problemas de infiltração e também precisamos de uma reforma no telhado. Quando chove, entra muita água. Meu maior medo é não conseguir fazer os reparos a tempo e o teto cair em cima dos animais”, lamenta Elpídio em entrevista para a ANDA. Diante das condições estruturais do abrigo, o protetor afirma que está sendo impossível realizar novos resgates.

Protetor pede ajuda para reforma de abrigo de animais no Nordeste

Foto: Arquivo Pessoal

O que o abrigo precisa?

Localizado no bairro do Prado, zona Oeste da capital, o abrigo Eu Amo Animais (Casa de Passagem) tem duas necessidades básicas: a reforma da casa e ração para alimentar os 46 gatos e 12 cães que se encontram abrigados por Elpídio.

“Nossos objetivos são: arrecadar doações de suprimentos para as necessidades básicas (ração, medicamentos, material de limpeza e higiene); manter sempre limpo o ambiente onde eles hoje vivem para que tenham uma vida mais digna”, ressalta o protetor. Além disso, o fundador da casa reforça a necessidade de ajuda financeira para reformar o abrigo.

História do abrigo em Recife

O trabalho de Elpídio não é recente, há quatro anos e meio ele ganhou uma casa de um parente e fez dela lar para cães e gatos de rua. Desde então, mais de 300 de animais já passaram pelos cuidados do protetor, sendo que todos encontraram novos tutores. Para se dedicar inteiramente ao projeto, o protetor deixou a profissão de guia turístico. “É tudo por amor aos animais. Não quero reconhecimento, só fazer o bem a eles” e completa “É um trabalho difícil e sem nenhum apoio das autoridades”, critica.

Como fazer para ajudar?

Quem se interessar em ajudar o abrigo Eu Amo Animais (Casa de Passagem) deve procurar o Elpídio no Facebook. Ou entrar em contato através do Whatsapp pelo número: (81)98474 8533.

 

Fonte Oficial: http://www.clubeparacachorros.com.br/noticias/protetor-pede-ajuda-para-reforma-de-abrigo-de-animais-no-nordeste/.