Novamente voltamos a falar de um tema que é ignorado por muitos no Brasil, a população de cães de rua, animais que foram abandonados ou que nasceram nas ruas e passam a vida vagando, procurando por comida e quem sabe alguém que os adote.

Falando assim é preocupante e até revoltante imaginar que um lugar fique conhecido pela enorme quantidade de cães de rua, acontece que Santiago, a capital do Chile, tem uma enorme população de cães de rua, porém por mais estranho que pareça são animais em sua maioria que aparentam estar bem cuidados e bem nutridos.

cães de rua em corrida de santiago


Problema social

Recentemente o Chile se deu conta da má reputação e do problema social de saúde pública que é o grande número de cães abandonados na cidade. No ano de 2013 foram contabilizados mais de 1,6 milhões de cães vivendo nas ruas de Santiago.

No ano seguinte, 2014, o Chile resolveu tomar uma atitude, já tinha passado da hora, Santiago investiu cerca de R$ 7 milhões em um projeto que visa cuidar dos animais de rua, colocar um micro chip nos cães que moram em casas permitindo descobrir se o dono o abandonou, e investir em educação sobre posse responsável de cães.

cão de rua de santiago


O clima

Embora Santiago seja uma cidade bem quente no verão e cheia de lugares verdes e de natureza, no inverno o clima vai ao extremo, neva e chega a fazer por volta dos 5 graus. Preocupante, mas nessa época é possível ver os cães agasalhados pelas ruas, andando de cachecol e roupinhas e se agasalhando em casinhas de cachorro espalhadas pela cidade.

Aproveite para conferir nosso artigo sobre como solucionar o problema da enorme população de cães de rua

Tutela responsável

É algo muito curioso, mas enquanto no Brasil, ter um cão significa estar com ele em casa ou no quintal, leva-lo para passear e cuidar dele. Em Santiago apenas 5% dos cães que moram nas ruas não possuem dono. É isso mesmo.

cão de rua de santiago

As pessoas cuidam do cão como se fosse tutor dele, mas não ficam com eles em casa, deixando que o cão fique na rua a mercê de qualquer situação de perigo, embora eles recebam agasalhos e comida, por isso estejam em sua maioria bem nutridos, ainda é uma posse irresponsável.

Aproveite para conferir nosso artigo sobre não passear com o cachorro sem guia na rua

Perritos Callejeros e os Turistas

Conhecidos em Santiago como Perritos Callejeros – traduzindo: Cães de rua – esses cães gostam muito dos turistas, isso porque eles acabam se tornando uma atração por serem muito dóceis e simpáticos e acabam seguindo os turistas na tentativa de ganhar algum petisco.

cão de rua de santiago

Mas se você vai a Santiago não se engane, os Perritos de lá estão acostumados a ganhar sobras de carnes dos restaurantes e vão te trocar facilmente por outra pessoa que tenha um petisco mais suculento para oferecer.

Aproveite para conferir também nosso artigo sobre por que não se deve ensinar seu cão a fazer as necessidades apenas na rua

Não é aceitável

Embora tenhamos falado aqui que os cães de rua de Santiago são em sua maioria bem alimentados e aquecidos nas estações mais frias, ainda é inaceitável que grandes cidades e até as pequenas tenham tantos animais de rua, e o mais inaceitável é a tutela irresponsável tão praticada no Chile.

Além de uma curiosidade intrigante e revoltante, o problema do Chile, que se estende pelo mundo e existe no nosso país, é um debate importante em que todos nós que amamos cachorros precisamos entrar e saber sempre mais.



Fonte Oficial: http://webcachorros.com.br/santiago-capital-dos-caes-de-rua/.